Publicado por Osvaldo Cruz em 14/01/2019 às 4:24 pm Nenhum Comentário

naom_5b737c160bfd4O governo federal sob Michel Temer gastou R$ 100.000 com a gravação de 1 único pronunciamento do ex-presidente. No vídeo, exibido em comemoração ao dia da Proclamação da República (15.nov.2018), o emedebista fala por menos de 4 minutos.

Para dirigir a peça, foi contratado o cineasta Bruno Barreto, conhecido por filmes como Dona Flor e Seus 2 Maridos (1974), O Que É Isso, Companheiro? (1997) e Última Parada 174 (2008).

Segundo o Planalto, a escolha foi feita por tratar-se de 1 cineasta “conhecido internacionalmente por filmes que retratam a realidade brasileira”. A ideia é que gravação fosse feita de “uma maneira descontraída, mas íntima e, por isso, mais humana” e fotografia tivesse qualidade “de cinema, com mais contraste, simulando a luz do dia natural”

Como justificativa para os custos, o Planalto afirma ainda ser necessário “ter direção de arte contratada, para compor o ambiente de gravação”. O vídeo –no qual o ex-presidente fala à câmera sentado num cômodo de sua própria residência, em São Paulo– teria exigido a mobilização de uma equipe de “até 20 pessoas”.

Na gravação que foi ao ar, Michel Temer fica o tempo todo sentado, quase sem se mexer, e a gravação não indica nenhum grau de complexidade para sua execução.

O governo federal controla duas emissoras: a TV Brasil e a NBR. A EBC, empresa de comunicação estatal federal, tem milhares de funcionários. A NBR é usada quase que exclusivamente para transmitir pronunciamentos de autoridades, inclusive do presidente da República.

Segundo informação da equipe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República ainda sob Michel Temer, a razão de ter desprezado funcionários do governo foi bem simples. “Deixamos de fazer com a EBC pela falta de qualidade das imagens“, disse o comando de Temer que chefiou a Secom até o final de 2018.

Vapt: R$ 4 mil por segundo

O pronunciamento de Proclamação da República não foi a única ocorrência de 1 vídeo curto de Michel Temer com alto orçamento.

Segundo a equipe da Secom, houve também comerciais do governo Temer em que se gastou R$ 490.000 para produzir 3 filmes que duram 2 minutos no total –há 1 vídeo de 1 minutos e outros 23 de 30 segundos cada 1.

A responsável por esta produção foi a produtora Vapt, segundo a Secom informou ao Poder360.

Não fica claro a razão pela qual custou quase meio milhão de reais para produzir 120 segundos em vídeo.

Recorde de reprovação

Apesar dos esforços de lustrar a imagem, Michel Temer deixou a presidência com taxa de rejeição variando de 62% (Datafolha) e 74% (Ibope).

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
082728a6-4c02-45b9-a0b3-bd9082446bf8
Pablo
Chicol
N2
6989c3f5-95a1-4516-8a08-c1f5afdf2eb8
CGM
Fabiano
Gledson
feli
Cepahr
gg
correia
Neinha
Nery
Neto
Cinho
ze nunes
Nau
Bililiu
Marcos Lima
Ailton
Da Van
Gerusa
Presidente
Targino
Carlito
Ze
Lulinha
Ron
luiz
gilmar
0588c09d-29fb-4a76-b38f-18124c61808a
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
082728a6-4c02-45b9-a0b3-bd9082446bf8
Pablo
Chicol
N2
6989c3f5-95a1-4516-8a08-c1f5afdf2eb8
CGM
Fabiano
Gledson
feli
Cepahr
gg
correia
Neinha
Nery
Neto
Cinho
ze nunes
Nau
Bililiu
Marcos Lima
Ailton
Da Van
Gerusa
Presidente
Targino
Carlito
Ze
Lulinha
Ron
luiz
gilmar
0588c09d-29fb-4a76-b38f-18124c61808a
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala