Publicado por Osvaldo Cruz em 06/12/2018 às 3:17 am Nenhum Comentário

DSC_5230Durante sessão desta quarta-feira 05, na Câmara Municipal, o prefeito de Feira de Santana, passou por um duro teste que serve de base para definir quem é de fato da bancada de sustentação de seu governo ou está apenas de faz de conta. Tudo se deu  na discussão o projeto  003/18 que dispõe sobre o PDDU- Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e Territorial de Feira de Santana.

Durante a discussão, a sessão foi suspensa para que os vereadores pudessem se reunir para avaliar a situação antes da votação, mas, o que se viu foi um verdadeiro duelo para aprovar o texto original oriundo do poder executivo.

De um lado o vereador Roberto Tourinho-PV em um esforço desesperador para que não votasse o PL no dia de hoje, sempre na linha de frente, batendo forte e tentando desconstruir qualquer argumento que fosse diferente da sua vontade. Tourinho estava acompanhado do vereador eleito deputado estadual, Ewerton Carneiro- Tom, que chegou apresentar um pedido de adiamento de pauta do PL por 24 horas e foi seguido pelo vereador Edvaldo Lima.

Do outro lado, espremendo-se em argumentos e expondo a vontade do prefeito Colbert Martins, para que aprovasse o texto na integra e em regime de urgência, o líder do governo vereador  Luiz Augusto de Jesus-Lulinha DEM.

Até que uma voz experiente, derramou o “leite”, vice-líder do governo, vereador Carlito do Peixe, revelou o que estava por trás da boa intenção e do esforço enorme de alguns edis em não querer aprovar o PDDU na sua totalidade. Carlito disse que toda a celeuma era unica e exclusivamente para beneficiar um seguimento da rede privada de educação, pois, o PL previa uma pagamento anual de cerca de 96 mil reais para quem precisasse fazer uma passarela sobre a via pública e o grupo tentava derrubar para um pagamento irrisório de 16 mil reais, o que segundo o vice-líder beneficiava diretamente a direção de um colégio particular em Feira de Santana que fica localizado no barro Santa Mônica, que construiu uma passarela sobre a via pública sem autorização do governo.

O certo que é que com o valor proposto por uma emenda que beneficiaria está escola, certamente o poder publico teria seria dificuldade para manter o grande pedido de construção de passarelas na cidade inclusive no centro o que poderia inviabilizar alguns projetos de desenvolvimento urbano e os empresários iriam está respaldado na Lei para exigir que fosse permitido sua construção sobre as vias publicas desde que pagasse a tacha anual de 16 mil reais.

No final, a bancada se partiu, apesar da magnifica habilidade do líder do governo em manter a base coesa, o executivo só não passou vexame por pouco tanto que o presidente entrou em sena e votou para garantir que a proposta do governo passasse.

O placar foi 11 a 7, votaram  contra o PL os vereadores, Roberto Tourinho, Ewerton Carneiro, Eremita Morta,  Zé Filé, João Bililu, 2 abstenções, Edvaldo Lima e Alberto Nery.

Favorável ao PL, Lulinha, Carlito do Peixe, Gerusa Sampaio, Neínha Bastos, Fabiano da Van, Cintia Machado, Marcos Lima, Cadmiel Pereira, Isaias de Diogo e Zé Carneiro. Dois ausentes, Gilmar Amorim e Ron do Povo.

Agora, o PL passou arrastado, mas, Colbert terá que fazer um esforço para recompor sua base e analisar bem criteriosamente quem são os edis de sua base de sustentação e quem são de oposição. Tem lobo travestido de carneiro armando o bote para pegar a raposa velha.

Matéria atualizada as dia 07 às 11:58.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
Camara
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
b197ae5c-5cff-4c5f-a0c3-ea1dc4449104
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
Camara
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
b197ae5c-5cff-4c5f-a0c3-ea1dc4449104
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala