Publicado por Osvaldo Cruz em 31/08/2018 às 1:30 am Nenhum Comentário

LurdeAposentada, a baiana do acarajé de iniciais RCS, 65 anos, residente no bairro São João, relata ter sofrido racismo, seguido de violências verbal e física, por causa de seu cabelo estilo black. O ato teria sido praticado por um estudante adolescente, acompanhado de um colega, e, dias depois, ganhado corpo com ameaças e agressões também da mãe do garoto.

A denúncia foi ouvida por conselheiros dos Conselhos Municipais de Participação e Desenvolvimento das Comunidades Negras e Indígenas (Condecni), da Criança e do Adolescente e também do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. E a presidente do Condecni, Lurdes Santana, acompanhou a denunciante ao Complexo Policial do bairro Sobradinho para registrar queixa.

O fato, conforme RCS, teria ocorrido no início do mês, no interior de um ônibus do transporte coletivo urbano. E na sexta-feira passada, 24, a mãe do adolescente, moradora do mesmo bairro, teria se dirigido até a sua banca de acarajé e “fez ameaças verbais e também me empurrou”.

Lurdes Santana explica que o Conselho de Participação e Desenvolvimento das comunidades Negras e Indígenas pretende convidar a denunciada para esclarecimentos da situação. E garante que o Condecni está atento a situações de prática de racismo e desenvolverá todas as ações de apoio necessárias para que esta prática seja cessada em nossa sociedade.

Secom

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
logo-rota-da-moda2
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
logo-rota-da-moda2

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala