Publicado por Osvaldo Cruz em 12/06/2018 às 5:31 am Nenhum Comentário

68f2069d-9a3d-4a66-8d49-13cd41fa6b7a

 A assassinato do Cabo PM,  Gustavo Gonzaga, foi o motivo  para o deputado estadual Targino Machado DEM, discursar na assembléia e culpar o governador da Bahia, Rui Costa-PT  e o secretario de segurança, Mauricio Barbosa, pela morte do policial.

Veja na íntegra o discurso do parlamentar.

Quero trazer a esta Casa uma nota triste, lamentável. De forma recorrente tenho trazido a este plenário notícias de corrupção e desmandos na Secretaria de Segurança Pública da Bahia, associados à má gestão e incompetência do secretário Maurício Teles Barbosa, que tem se mostrado incompetente para gerir secretaria tão importante quanto esta.

Apesar das nossas denúncias e da verdadeira guerra civil que estamos submetidos, isto caracterizado por tanta violência na Bahia, que nos coloca nos últimos anos como o estado mais violento do país, apesar de tudo isto o governador se mantêm calado, sem dar satisfação à sociedade baiana e gastando o dinheiro dos nossos impostos com propaganda enganosa, na tentativa de continuar ludibriando a nossa população, a população da Bahia.

Não existe um local seguro nesta Bahia para se viver, com exceção do Palácio de Ondina, onde mora o governador Rui Costa, pois, aquele Palácio dispõe de um batalhão da polícia militar com muito mais de 100 policiais para dar segurança ao governador, sua esposa e filho. E nós outros baianos, comuns, que pagamos nossos impostos para inclusive lhe dar esta mordomia, como ficamos, senhor governador, sem direito de ir e vir livremente, correndo de bandidos, correndo de ladrões, de assaltos, correndo de balas e até, as vezes correndo à procura de policiais que estão escassos nas ruas. Chegamos a um ponto insuportável de insegurança pública, que nem mesmo os operadores da nossa segurança, os policiais civis e militares não estão seguros, pois tem eles ao longo dos últimos anos se transformado em alvos fáceis, alvos preferenciais do crime.

Um estado que não tem condição sequer de dar segurança aos seus operadores da segurança pública é um estado falido, um governo incompetente, um governo acabado. Os números da segurança pública da Bahia são conhecidos e alarmantes. Este fim de semana foi de guerra, quase 30 mortes em Salvador e RMS.

Avisei, senhor governador, diversas vezes, através da imprensa da Bahia e deste plenário o que está acontecendo na segurança pública da Bahia e o que estava por vir. Nenhuma providência tomada pelo governador, nem mesmo afastar de uma pasta tão importante, um secretário que só tem trazido para a segurança pública da Bahia resultados negativos, e ele mantém esse secretário por mais de 7 anos. Por fim, infelizmente, na madrugada de sábado para domingo ocorre algo inimaginável, um policial militar que tem como mister desiderato tomar conta das nossas famílias, torturado e morto cruelmente, com requintes de sadismo. O cabo da PM, Gustavo Gonzaga da Silva.

Quero me solidarizar com a família, mas não com a família do cabo Gustavo Gonzaga, mas com a família baiana, pois na verdade perdemos todos nós, e eu, ao tomar conhecimento deste fato, vim aos prantos porque chorei, não pela família enlutada, mas por uma sociedade que se encontra a toa, abandonada, que é a sociedade baiana. Imaginem aquele que tinha como mister nos dar segurança, foi torturado, dele retirado ainda vivo as orelhas, os olhos, a mandíbula, teve suas vísceras abertas, seu corpo eviscerado.

Oh meu Deus, misericórdia, compaixão, pois eu nunca acreditei em fim de mundo, mas acho que está próximo, que nós vamos acabar como Sodoma e Gomorra, que só vai sobrar o cheiro de enxofre, pois esta sociedade está perdida. Não posso deixar de dizer que cabe ao governador Rui Costa a obrigação de zelar, de cuidar da nossa segurança e que a Bahia se transformou no estado mais violento do país, com mais de 7 mil homicídios por ano, com mais de 20 mortes por dia. Isto é um absurdo, a nossa sociedade está esgaçada pelo crime, pela falta de amor.

O que está faltando na nossa sociedade de hoje não é só governo, está faltando amor, falta nós apresentarmos as nossas criancinhas a Deus, compreendermos que para ser cristão, precisamos ter depois fundamentos mais importantes na nossa vida: amar a Deus sob todas as coisas e ao nosso próximo como a nós mesmos. Que as autoridades tomem juízo, tomem vergonha e se comprometam ao seu papel e não permitam que mais famílias nenhuma, que pai nenhum mais precise prantear os seus entes queridos pela falta de segurança pública que se instalou na Bahia.

Disse Targino Machado

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
1a512fea-d71e-4c66-9809-2b3f54f51cf5
20729621_104680040252798_1835025526552487195_n
logo
0a69a8dd-2c6f-4758-bb89-7a3500553d8b
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Sueder
Lene
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2
1a512fea-d71e-4c66-9809-2b3f54f51cf5
20729621_104680040252798_1835025526552487195_n
logo
0a69a8dd-2c6f-4758-bb89-7a3500553d8b
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Sueder
Lene
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala