Publicado por Osvaldo Cruz em 08/06/2018 às 4:34 am Nenhum Comentário

 

 

CARAOs problemas, carências e necessidades do Centro de Abastecimento de Feira de Santana foram discutidos, nesta quinta-feira (07), durante Audiência Pública no plenário da Casa da Cidadania. O debate, realizado em atendimento à solicitação da Comissão de Obras, Urbanismo, Infraestrutura Municipal, Agricultura e Meio Ambiente, contou com a presença de dezenas de comerciantes do entreposto comercial.

O vereador Roberto Tourinho (PV), presidente da supracitada Comissão, conduziu os trabalhos compondo a mesa de honra ao lado do secretário municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Junior; o diretor do Centro de Abastecimento, Delorme Martins; a presidente da Associação dos Comerciantes e Trabalhadores do Centro de Abastecimento, Edimária Lima Medeiros;  do jornalista Cironaldo Santos e do deputado estadual Zé Neto (PT).

Ao saudar os presentes, Tourinho destacou o objetivo da sessão e garantiu que não medirá esforços para defender o Centro de Abastecimento e todas as famílias que sobrevivem do comércio naquele local. O edil informou que irá solicitar audiência com o prefeito municipal Colbert Martins para apresentação de documento contendo as demandas do equipamento.

“Esta audiência pública está sendo realizada com o objetivo de que juntos possamos discutir a situação atual do Centro de Abastecimento de nossa cidade. O equipamento foi construído e inaugurado em 1976, pelo ex-prefeito José Falcão da Silva. Com o passar do tempo algumas reformar e ampliações foram feitas, porém observam-se sérios problemas como: limpeza, segurança, organização, que vem trazendo sérios prejuízos aos comerciantes. Destaca-se, ainda, a falta de políticas de apoio ao pequeno comerciante e a desvirtualização da concepção do Centro de Abastecimento, que vem nos últimos anos privilegiando os grandes atacadistas”, pontuou.

O jornalista Cironaldo Santos destacou a importância do equipamento para a economia  e cobrou do Poder Público investimentos para revitalização do Centro de Abastecimento. “A família feirense tem uma péssima imagem do Centro de Abastecimento. As autoridades precisam melhorar aquele local, torná-lo um grande centro de consumo e lazer para a população de Feira de Santana. O Centro de Abastecimento resgata a história deste município, uma vez que a Feira Livre que deu início a esta cidade, merece uma maior atenção por parte das autoridades”, afirmou.

O diretor do Centro de Abastecimento, Delorme Martins, parabenizou a Casa pela realização da Audiência e convocou o Poder Legislativo a reforçar a luta em prol da melhoria do entreposto. “Iremos elaborar um documento sobre a situação real do nosso  entreposto comercial e convocar todos os vereadores desta Casa para essa discussão. Feira de Santana cresceu e o Centro de Abastecimento ficou pequeno para a dimensão da cidade. Peço que todos os vereadores e a comunidade daquele espaço se unam por uma causa que é de extrema importância para nossa cidade, essa luta é nossa e vamos conseguir melhorar o Centro de Abastecimento”, concluiu.

TRANSTORNOS

A presidente da Associação dos Comerciantes do Centro de Abastecimento, Edimária Lima Medeiros, agradeceu a Casa pela preocupação com os transtornos enfrentados pelos comerciantes e consumidores daquele local, apresentou ao presidente da Comissão um documento contendo as principais demandas do equipamento e reivindicações dos comerciantes. Edimária pontuou algumas carências do entreposto, defendeu a transferência da Ceasa para outro local e ressaltou a importância de mudança na gestão do Centro de Abastecimento, com a implantação de um projeto de administração participativa, com espaço aberto para os comerciantes e feirantes.

“É interessante lembrar que os problemas enfrentados na época de sua inauguração ainda são os mesmos vividos na atualidade. Enfrentamos problemas com relação à segurança, o módulo policial não funciona com a presença de policiais militares, que atuam no local apenas fazendo rondas, o que não inibe a ação dos marginais. O fluxo de dinheiro no Centro é grande e isso impulsiona a ocorrência de roubos e assaltos. Temos outros problemas como ruas esburacadas, falta de vagas de estacionamento, acúmulo de lixo, problemas com a rede de energia elétrica”, citou.

Edimária cobrou providências por parte das autoridades responsáveis. “Precisamos de investimentos e temos receitas para isso porque nós, comerciantes, pagamos os tributos cobrados. Por que, então, não existem investimentos e nem melhorias? Precisamos de uma nova gestão participativa, com espaço para os comerciantes participarem das discussões. Queremos uma gestão onde todos que utilizam aquele espaço para o seu sustento possam participar”, finalizou.

PROVIDÊNCIAS

Ao parabenizar a Câmara Municipal pela iniciativa de promover a sessão para discutir as carências do Centro de Abastecimento, o secretário municipal Antônio Carlos Borges Junior destacou a atuação da Associação dos Comerciantes e Trabalhadores do equipamento e destacou a importância do incentivo aos pequenos e médios comerciantes. O gestor da pasta pontuou a importância de união de forças para resolução dos problemas enfrentados no entreposto e assegurou que o Governo Municipal tem trabalhado em prol da revitalização do local.

“Estamos cobrando o desmembramento e individualização da energia elétrica. Como a Coelba não tem sido parceira, estamos buscando ajuda junto ao Ministério Público. Até o momento, o Galpão do Peixe ainda não foi inaugurado porque a Coelba não fez a ligação da energia. Asseguro que estamos mantendo o diálogo buscando o entendimento para soluções. Ao longo do tempo, construímos estacionamentos, o Galpão de Carnes, promovemos a reforma de 14 banheiro e a construção de um banheiro para banho, levaram os equipamentos dos banheiros, criamos banheiro para banho, fizemos o Galpão de Peixe, que aguarda para ser inaugurado, pavimentação de ruas, obra de drenagem, esgotamento sanitário, e muito mais será feito”, destacou.

Borges Junior também falou sobre a necessidade de reforço da segurança pública no Centro de Abastecimento de Feira de Santana. “Temos a Guarda Municipal atuando dentro do Centro de Abastecimento, mas sabemos de suas limitações. A Prefeitura  construiu um módulo policial, na verdade o Centro sempre dispôs de módulo para a PM. O que nós precisamos é que a Polícia Militar adentre aquele local para garantir um atendimento diferenciado e a segurança de todos os trabalhadores e consumidores. Hoje temos muitas mulheres trabalhando naquele entreposto, precisamos sim ter mais segurança”, reivindicou.

APOIO

O vereador Luiz da Feira (PPL) reafirmou o apoio aos comerciantes, feirantes, camelôs e pequenos empreendedores de Feira de Santana. “Precisamos valorizar os trabalhadores de nosso município. Venho defendendo a nossa categoria, especialmente visando garantir que o shopping popular, que está sendo construído no Centro de Abastecimento, não seja ocupado pelos empresários estrangeiros. Precisamos estar unidos porque juntos somos mais fortes”, enfatizou.

O vereador Isaias de Diogo (PSC), revelando ser um frequentador do Centro de Abastecimento, reforçou a reivindicação de melhoria da segurança pública no entreposto. “Temos testemunhado a ocorrência de inúmeros homicídios no Centro de Abastecimento de Feira de Santana. Esses crimes têm afugentado os consumidores do Centro de Abastecimento. A Guarda Municipal, infelizmente, não dispõe de aporte para combater a ação de marginais e vândalos. Quero pedir que a Polícia Militar seja direcionada para devolver a segurança das famílias que atuam naquele equipamento”, protestou.

O deputado estadual Zé Neto (PT) enfatizou a importância do Centro de Abastecimento para a economia e a história do município de Feira de Santana e se colocou à disposição do Município para ser interlocutor junto ao Governo do Estado para discutir a melhoria da segurança pública e demais necessidades para o equipamento. O deputado reafirmou seu apoio aos trabalhadores do entreposto comercial.

“Quando o Centro de Abastecimento foi inaugurado na gestão do saudoso prefeito José Falcão, vivemos o sentimento de vazio na cidade e ao mesmo tempo de pujança da cidade. Era um espaço limpo, o maior embrião e a maior referência histórica de construção desta cidade. O ideal é que o Centro de Abastecimento fosse a plataforma, o pedestal desta cidade, a âncora de tudo o que construímos em nossa cidade. Precisamos pensar o Centro agora e o Centro do futuro, com conforto para as famílias trabalharem, amparo para os filhos dos comerciantes daquele local e segurança para todos”, concluiu Zé Neto.

O presidente do Legislativo feirense, José Carneiro Rocha (PSDB), parabenizou o vereador Roberto Tourinho pela proposição da audiência pública e destacou a importância de debater a revitalização do espaço. “Quando o Centro de Abastecimento foi inaugurado, Feira de Santana não tinha 400 mil habitantes. A cidade cresceu e a necessidade de melhorias é transparente. Ouvimos falar dos problemas ao longo dos anos, mas alguns governantes se preocuparam em fazer daquele local um espaço adequado e agradável para o trabalho e para os cidadãos fazerem suas compras. Segurança é para todos, independente do equipamento estar cercado e bonito, como defendeu o deputado Zé Neto. A presença da polícia é para inibir a violência. A presença da polícia garante mais segurança, confiança e tranquilidade à população”, enfatizou

Durante a sessão, representantes do Sindicato dos Feirantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana, do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Feira de Santana e Região (SINDVEST), trabalhadores do entreposto e representantes da sociedade civil defenderam a necessidade de revitalização do maior entreposto comercial do interior da Bahia, chamaram a atenção dos trabalhadores locais para preservação do espaço e revelaram o anseio pela construção de uma nova história para o Centro de Abastecimento de Feira de Santana.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
082728a6-4c02-45b9-a0b3-bd9082446bf8
Pablo
Chicol
N2
6989c3f5-95a1-4516-8a08-c1f5afdf2eb8
CGM
Fabiano
Gledson
feli
Cepahr
gg
correia
Neinha
Nery
Neto
Cinho
ze nunes
Nau
Bililiu
Marcos Lima
Ailton
Da Van
Gerusa
Presidente
Targino
Carlito
Ze
Lulinha
Ron
luiz
gilmar
0588c09d-29fb-4a76-b38f-18124c61808a
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
082728a6-4c02-45b9-a0b3-bd9082446bf8
Pablo
Chicol
N2
6989c3f5-95a1-4516-8a08-c1f5afdf2eb8
CGM
Fabiano
Gledson
feli
Cepahr
gg
correia
Neinha
Nery
Neto
Cinho
ze nunes
Nau
Bililiu
Marcos Lima
Ailton
Da Van
Gerusa
Presidente
Targino
Carlito
Ze
Lulinha
Ron
luiz
gilmar
0588c09d-29fb-4a76-b38f-18124c61808a
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala