Publicado por Osvaldo Cruz em 08/06/2018 às 4:34 am Nenhum Comentário

 

 

CARAOs problemas, carências e necessidades do Centro de Abastecimento de Feira de Santana foram discutidos, nesta quinta-feira (07), durante Audiência Pública no plenário da Casa da Cidadania. O debate, realizado em atendimento à solicitação da Comissão de Obras, Urbanismo, Infraestrutura Municipal, Agricultura e Meio Ambiente, contou com a presença de dezenas de comerciantes do entreposto comercial.

O vereador Roberto Tourinho (PV), presidente da supracitada Comissão, conduziu os trabalhos compondo a mesa de honra ao lado do secretário municipal de Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Antônio Carlos Borges Junior; o diretor do Centro de Abastecimento, Delorme Martins; a presidente da Associação dos Comerciantes e Trabalhadores do Centro de Abastecimento, Edimária Lima Medeiros;  do jornalista Cironaldo Santos e do deputado estadual Zé Neto (PT).

Ao saudar os presentes, Tourinho destacou o objetivo da sessão e garantiu que não medirá esforços para defender o Centro de Abastecimento e todas as famílias que sobrevivem do comércio naquele local. O edil informou que irá solicitar audiência com o prefeito municipal Colbert Martins para apresentação de documento contendo as demandas do equipamento.

“Esta audiência pública está sendo realizada com o objetivo de que juntos possamos discutir a situação atual do Centro de Abastecimento de nossa cidade. O equipamento foi construído e inaugurado em 1976, pelo ex-prefeito José Falcão da Silva. Com o passar do tempo algumas reformar e ampliações foram feitas, porém observam-se sérios problemas como: limpeza, segurança, organização, que vem trazendo sérios prejuízos aos comerciantes. Destaca-se, ainda, a falta de políticas de apoio ao pequeno comerciante e a desvirtualização da concepção do Centro de Abastecimento, que vem nos últimos anos privilegiando os grandes atacadistas”, pontuou.

O jornalista Cironaldo Santos destacou a importância do equipamento para a economia  e cobrou do Poder Público investimentos para revitalização do Centro de Abastecimento. “A família feirense tem uma péssima imagem do Centro de Abastecimento. As autoridades precisam melhorar aquele local, torná-lo um grande centro de consumo e lazer para a população de Feira de Santana. O Centro de Abastecimento resgata a história deste município, uma vez que a Feira Livre que deu início a esta cidade, merece uma maior atenção por parte das autoridades”, afirmou.

O diretor do Centro de Abastecimento, Delorme Martins, parabenizou a Casa pela realização da Audiência e convocou o Poder Legislativo a reforçar a luta em prol da melhoria do entreposto. “Iremos elaborar um documento sobre a situação real do nosso  entreposto comercial e convocar todos os vereadores desta Casa para essa discussão. Feira de Santana cresceu e o Centro de Abastecimento ficou pequeno para a dimensão da cidade. Peço que todos os vereadores e a comunidade daquele espaço se unam por uma causa que é de extrema importância para nossa cidade, essa luta é nossa e vamos conseguir melhorar o Centro de Abastecimento”, concluiu.

TRANSTORNOS

A presidente da Associação dos Comerciantes do Centro de Abastecimento, Edimária Lima Medeiros, agradeceu a Casa pela preocupação com os transtornos enfrentados pelos comerciantes e consumidores daquele local, apresentou ao presidente da Comissão um documento contendo as principais demandas do equipamento e reivindicações dos comerciantes. Edimária pontuou algumas carências do entreposto, defendeu a transferência da Ceasa para outro local e ressaltou a importância de mudança na gestão do Centro de Abastecimento, com a implantação de um projeto de administração participativa, com espaço aberto para os comerciantes e feirantes.

“É interessante lembrar que os problemas enfrentados na época de sua inauguração ainda são os mesmos vividos na atualidade. Enfrentamos problemas com relação à segurança, o módulo policial não funciona com a presença de policiais militares, que atuam no local apenas fazendo rondas, o que não inibe a ação dos marginais. O fluxo de dinheiro no Centro é grande e isso impulsiona a ocorrência de roubos e assaltos. Temos outros problemas como ruas esburacadas, falta de vagas de estacionamento, acúmulo de lixo, problemas com a rede de energia elétrica”, citou.

Edimária cobrou providências por parte das autoridades responsáveis. “Precisamos de investimentos e temos receitas para isso porque nós, comerciantes, pagamos os tributos cobrados. Por que, então, não existem investimentos e nem melhorias? Precisamos de uma nova gestão participativa, com espaço para os comerciantes participarem das discussões. Queremos uma gestão onde todos que utilizam aquele espaço para o seu sustento possam participar”, finalizou.

PROVIDÊNCIAS

Ao parabenizar a Câmara Municipal pela iniciativa de promover a sessão para discutir as carências do Centro de Abastecimento, o secretário municipal Antônio Carlos Borges Junior destacou a atuação da Associação dos Comerciantes e Trabalhadores do equipamento e destacou a importância do incentivo aos pequenos e médios comerciantes. O gestor da pasta pontuou a importância de união de forças para resolução dos problemas enfrentados no entreposto e assegurou que o Governo Municipal tem trabalhado em prol da revitalização do local.

“Estamos cobrando o desmembramento e individualização da energia elétrica. Como a Coelba não tem sido parceira, estamos buscando ajuda junto ao Ministério Público. Até o momento, o Galpão do Peixe ainda não foi inaugurado porque a Coelba não fez a ligação da energia. Asseguro que estamos mantendo o diálogo buscando o entendimento para soluções. Ao longo do tempo, construímos estacionamentos, o Galpão de Carnes, promovemos a reforma de 14 banheiro e a construção de um banheiro para banho, levaram os equipamentos dos banheiros, criamos banheiro para banho, fizemos o Galpão de Peixe, que aguarda para ser inaugurado, pavimentação de ruas, obra de drenagem, esgotamento sanitário, e muito mais será feito”, destacou.

Borges Junior também falou sobre a necessidade de reforço da segurança pública no Centro de Abastecimento de Feira de Santana. “Temos a Guarda Municipal atuando dentro do Centro de Abastecimento, mas sabemos de suas limitações. A Prefeitura  construiu um módulo policial, na verdade o Centro sempre dispôs de módulo para a PM. O que nós precisamos é que a Polícia Militar adentre aquele local para garantir um atendimento diferenciado e a segurança de todos os trabalhadores e consumidores. Hoje temos muitas mulheres trabalhando naquele entreposto, precisamos sim ter mais segurança”, reivindicou.

APOIO

O vereador Luiz da Feira (PPL) reafirmou o apoio aos comerciantes, feirantes, camelôs e pequenos empreendedores de Feira de Santana. “Precisamos valorizar os trabalhadores de nosso município. Venho defendendo a nossa categoria, especialmente visando garantir que o shopping popular, que está sendo construído no Centro de Abastecimento, não seja ocupado pelos empresários estrangeiros. Precisamos estar unidos porque juntos somos mais fortes”, enfatizou.

O vereador Isaias de Diogo (PSC), revelando ser um frequentador do Centro de Abastecimento, reforçou a reivindicação de melhoria da segurança pública no entreposto. “Temos testemunhado a ocorrência de inúmeros homicídios no Centro de Abastecimento de Feira de Santana. Esses crimes têm afugentado os consumidores do Centro de Abastecimento. A Guarda Municipal, infelizmente, não dispõe de aporte para combater a ação de marginais e vândalos. Quero pedir que a Polícia Militar seja direcionada para devolver a segurança das famílias que atuam naquele equipamento”, protestou.

O deputado estadual Zé Neto (PT) enfatizou a importância do Centro de Abastecimento para a economia e a história do município de Feira de Santana e se colocou à disposição do Município para ser interlocutor junto ao Governo do Estado para discutir a melhoria da segurança pública e demais necessidades para o equipamento. O deputado reafirmou seu apoio aos trabalhadores do entreposto comercial.

“Quando o Centro de Abastecimento foi inaugurado na gestão do saudoso prefeito José Falcão, vivemos o sentimento de vazio na cidade e ao mesmo tempo de pujança da cidade. Era um espaço limpo, o maior embrião e a maior referência histórica de construção desta cidade. O ideal é que o Centro de Abastecimento fosse a plataforma, o pedestal desta cidade, a âncora de tudo o que construímos em nossa cidade. Precisamos pensar o Centro agora e o Centro do futuro, com conforto para as famílias trabalharem, amparo para os filhos dos comerciantes daquele local e segurança para todos”, concluiu Zé Neto.

O presidente do Legislativo feirense, José Carneiro Rocha (PSDB), parabenizou o vereador Roberto Tourinho pela proposição da audiência pública e destacou a importância de debater a revitalização do espaço. “Quando o Centro de Abastecimento foi inaugurado, Feira de Santana não tinha 400 mil habitantes. A cidade cresceu e a necessidade de melhorias é transparente. Ouvimos falar dos problemas ao longo dos anos, mas alguns governantes se preocuparam em fazer daquele local um espaço adequado e agradável para o trabalho e para os cidadãos fazerem suas compras. Segurança é para todos, independente do equipamento estar cercado e bonito, como defendeu o deputado Zé Neto. A presença da polícia é para inibir a violência. A presença da polícia garante mais segurança, confiança e tranquilidade à população”, enfatizou

Durante a sessão, representantes do Sindicato dos Feirantes do Centro de Abastecimento de Feira de Santana, do Sindicato das Indústrias do Vestuário de Feira de Santana e Região (SINDVEST), trabalhadores do entreposto e representantes da sociedade civil defenderam a necessidade de revitalização do maior entreposto comercial do interior da Bahia, chamaram a atenção dos trabalhadores locais para preservação do espaço e revelaram o anseio pela construção de uma nova história para o Centro de Abastecimento de Feira de Santana.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
logo-rota-da-moda2
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
logo-rota-da-moda2

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala