Publicado por Osvaldo Cruz em 08/06/2018 às 1:14 am Nenhum Comentário

naom_5666fdf91c5ddex-governador da Bahia Jaques Wagner voltou a acenar ao presidenciável Ciro Gomes (PDT) na tarde desta quinta-feira (7). Segundo ele, o pedetista é um “animal político”.

“Ciro foi ministro do presidente Lula, do Fernando Henrique, governador do Ceará. É um dos quadros mais preparados do Brasil para qualquer missão. Ele é um animal político desde a juventude”, disse em frente à Superintendência da Política Federal em Curitiba, após visitar o ex-presidente Lula em sua cela.

Em maio, o ex-governador chegou a admitir a hipótese de o PT ocupar a vice de Ciro, caso Lula seja impedido de concorrer à Presidência. Dias depois, foi cortado pela presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, que disse que o pedetista não é tema dentro do partido nem das conversas com Lula.

Na tarde desta quinta, ainda que tecendo elogios a Ciro, Wagner reforçou que o ex-presidente está determinado a ser candidato.

“Ele considera o Ciro um candidato importante no campo progressista, conhece o perfil, e sabe que assim como está determinado a ir até o final, o Ciro também. Quem sabe a gente possa se encontrar no segundo turno”, disse.

O ex-governador afirmou que Lula não abre mão da candidatura -não pela paixão pelo poder, mas pela paixão de fazer o bem ao povo brasileiro.

Segundo Wagner, é “absolutamente normal” conversar com outras forças políticas. “Ele [Lula] governou conciliando interesses diferentes. Não vejo nenhum problema em conversar. Agora, vamos cada um correr no primeiro turno com sua candidatura.”

Questionado sobre o adiamento da convenção estadual do PT em Pernambuco, Wagner negou que a candidatura de Marília Arraes tenha sido derrubada.

“Achamos que ainda é precipitado retirar a candidatura dela. Evidente que quando a gente tem uma candidatura nacional como a dele, coloca a prioridade na nacional, mas não creio que seja a hora”, disse.

Conforme noticiou a Folha de S.Paulo, o PT adiou a convenção para tentar minar o apoio à candidatura de Marília, em aceno ao governador pernambucano Paulo Câmara. Câmara tenta a reeleição pelo PSB, partido com o qual o PT tenta costurar uma aliança.

Wagner disse, ainda, que a conversa com Lula foi “boa e firme”. “Quis ouvir nossa análise sobre a conjuntura política. Anotou coisas, ficou registrando, discutiu”, afirmou. Também visitou o ex-presidente o governador do Piauí, Wellington Dias (PT).

Com informações da Folhapress.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
b197ae5c-5cff-4c5f-a0c3-ea1dc4449104
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
logo-rota-da-moda2
b197ae5c-5cff-4c5f-a0c3-ea1dc4449104
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
logo-rota-da-moda2

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala