Publicado por Osvaldo Cruz em 11/03/2018 às 7:35 pm Nenhum Comentário

Foto ilustração/ não édo evento do Jacú

Foto ilustração/ não édo evento do Jacú

O caso da ação de saúde promovida pela Prefeitura de Feira de Santana, no povoado do Jacú, distrito da Matinha, causa estranheza  e gera polêmica na cidade.

Durante um programa de rádio, o radialista Sátiro Dias, que também é morador do povoado do Jacú, questionou no ar, a realização de uma ação de saúde organizada pela Prefeitura em uma casa de  propriedade de um conhecido de um vereador da cidade e não na Escola Municipal Santa Isabel.

“Qual interesse em retirar a ação do PSF e levar para uma residencia do amigo de um vereador? Porque não realizou no predio da escola Santa Isabel  do povoado e que é do município?”, questionou Sátiro.

O radialista ainda revelou que a sociedade pode ter  sido prejudicado, pois, muitas pessoas não tiveram acesso aos benefícios da ação por ter sido realizado em uma propriedade particular, pois, quem não gosta ou não se dá com membros da família, não iria la por causa da ação.

A redação do site Rota da Informação foi contactado pelo vereador e líder do governo na Câmara Municipal de Feira de Santana, Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM), que deu a seguinte justificava.

“O dono da propriedade onde foi realizado a ação de saúde não é cabo eleitoral de ninguém, ele prestou um favor a comunidade, porque o PSF fica no povoado de Alecrim Miúdo que é distante e a escola municipal da localidade só ha uma sala e já havia começado as aulas. A unica saída foi a casa do morador que tem uma ampla varanda, e lá não tinha faixa com nome de ninguém, não tinha nenhum politico lá, estão fazendo uma tempestade no copo d’agua, a família que cedeu a casa está muito zangada com os comentários do radialista”, disse Lulinha.

De qualquer forma é estranho, o poder publico patrocinar uma ação de saúde em propriedade particular, onde poderia ser realizada em área pública, como escola e praça. O caso promete render e poderá ser levado ao Ministério Público.

Mas a pergunta que não quer calar: quem autorizou a ida da equipe de saúde do PSF  para uma residencia particular?

Uma ordem dessa de autorização só deve ter partida de um superior a equipe de saúde, pois, a ação foi custeada com dinheiro público, na maioria recurso federal, não iria sair da unidade de saúde para fazer atendimento sem permissão.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
Camara
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
b197ae5c-5cff-4c5f-a0c3-ea1dc4449104
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
Camara
0ad30d01-5cfb-4eae-9ee3-4dc4731a0a16
3a6ba88c-bd6d-4715-9ff0-848957817313
b197ae5c-5cff-4c5f-a0c3-ea1dc4449104
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala