Publicado por Osvaldo Cruz em 06/02/2018 às 2:25 am Nenhum Comentário

thumbnail_05.02Em seu pronunciamento hoje (5) na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Targino Machado (PPS) apresentou dados que, segundo ele, apontam uma má gestão na Secretaria de Segurança Pública da Bahia e coloca o estado em primeiro lugar em números de homicídios do país.

Bahia aguarda com ansiedade a exoneração do Secretário de Segurança Pública face a tantos prejuízos à família baiana. Tantos índices negativos acumulados na SSP-BAA Bahia hoje chegou ao vergonhoso primeiro lugar em números de homicídios na República Brasileira. Tenha juízo, governador! Respeite a Bahia e os baianos e nos dê segurança pública, que é obrigação do Governo do Estado, determinado pela Constituição Federal e Estadual. No ano de 2017 foram 81 agências bancárias atacadas na Bahia e mais da metade não foram recuperadas, fechadas até hoje, sendo que a população tem que viajar até 100 km para fazer as suas operações bancárias. Como sempre o prejuízo é do povo. Também em 2017 foram 5 policiais civis e 15 policiais militares assassinados na Bahia. Em nenhum sepultamento destes policiais compareceram o governador ou o secretário de Segurança Pública. Que governador é este? Insensível com as famílias enlutadas daqueles que morreram protegendo a Bahia. Respeite governador as polícias civil e militar pois elas são patrimônio da Bahia, inclusive respeite todos os baianos, respeitando as famílias sofridas dos militares.”

O parlamentar também comentou sobre procedimento aberto pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o delegado-geral da Polícia Civil,Bernadino Brito, após denúncias da Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado da Bahia (Adpeb/Sindicato). A informação consta no Diário Oficial da Justiça desta segunda-feira.

O diretor do Depin, Ricardo Brito Esteves foi afastado no ano passado após minhas denúncias de corrupção contra ele. Agora o delegado-geral da Polícia Civil é alvo de investigação do Ministério Público da Bahia que abriu um procedimento de investigação preliminar, que antecede o inquérito civil, contra Bernardino Brito Filho. O delegado é acusado da prática reiterada de atos de improbidade administrativa”frisou o deputado.

Ascom

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
1a512fea-d71e-4c66-9809-2b3f54f51cf5
bf4d3919-667b-4e33-b964-4dd6468e92fb
20729621_104680040252798_1835025526552487195_n
logo
0a69a8dd-2c6f-4758-bb89-7a3500553d8b
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Sueder
Lene
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2
1a512fea-d71e-4c66-9809-2b3f54f51cf5
bf4d3919-667b-4e33-b964-4dd6468e92fb
20729621_104680040252798_1835025526552487195_n
logo
0a69a8dd-2c6f-4758-bb89-7a3500553d8b
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Sueder
Lene
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala