Publicado por Osvaldo Cruz em 06/10/2017 às 3:15 am Nenhum Comentário

PE - CIRO GOMES/SEMINÁRIO/RECIFE - POLÍTICA - O ex-governador do Ceará e ex-ministro, Ciro Gomes (PDT), participa de seminário político   no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal de Pernambuco    (UFPE), na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife, neste sábado (10).   10/06/2017 - Foto: CHICO PEIXOTO/LEIAJÁIMAGENS/ESTADÃO CONTEÚDO

PE – CIRO GOMES/SEMINÁRIO/RECIFE – POLÍTICA – O ex-governador do Ceará e ex-ministro, Ciro Gomes (PDT), participa de seminário político no Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), na Cidade Universitária, Zona Oeste do Recife, neste sábado (10). 10/06/2017 – Foto: CHICO PEIXOTO/LEIAJÁIMAGENS/ESTADÃO CONTEÚDO

Pré-candidato do PDT à Presidência da República na eleição de 2018, o ex-governador do Ceará Ciro Gomes declarou nesta terça-feira que pretende revogar todas as reformas aprovadas no governo de Michel Temer (PMDB)caso seja eleito para suceder-lhe no ano que vem. Ele é o segundo presidenciável a defender essa proposta: em discurso após o último depoimento ao juiz Sergio Moro, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que pode convocar um plebiscito para rever a reforma trabalhista.

Segundo Ciro, que participou de uma sessão de perguntas e respostas enviadas por usuários do Twitter na sede brasileira da empresa, em São Paulo, “todas as reformas que Temer fizer têm uma ferida de origem, que é a ilegitimidade”. “Portanto, sim, serão revogadas todas e substituídas”, disse. O pedetista também reafirmou que pretende, se chegar ao Planalto, expropriar os campos de petróleo vendidos a empresas estrangeiras no governo Temer “com as devidas indenizações”.

PUBLICIDADE

Para o ex-governador, a Petrobras é uma das ferramentas para a saída da atual crise econômica e precisa ser “reforçada, capitalizada”. “Portanto, quem quiser comprar agora, fique sabendo que, se este que vos fala for à Presidência da República, todos os campos serão devolvidos ao controle do povo brasileiro”, afirmou.

Sobre a atual divisão do campo progressista da política brasileira, Ciro Gomes disse ser necessário construir um projeto nacional que consiga unir a esquerda e o centro, mas que não pode ser feito nos mesmos moldes do anterior. “Se for para aplicar, sob jugo do PT, uma aliança com Renan Calheiros, Eunício Oliveira, Eduardo Cunha e Michel Temer, isso é o que deu no que deu aí. Portanto, eu estou fora”, declarou.

Veja

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
1a512fea-d71e-4c66-9809-2b3f54f51cf5
20729621_104680040252798_1835025526552487195_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2
21742913_398474310549713_538333983765388527_n
1a512fea-d71e-4c66-9809-2b3f54f51cf5
20729621_104680040252798_1835025526552487195_n
logo
ac2989e4-2a4a-4646-b359-36f246ef1e62
images
2c96748c-7aca-464f-a9f4-5edb11afe3da
Lene
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala