Publicado por Osvaldo Cruz em 15/04/2017 às 11:05 pm Nenhum Comentário

001O ex-diretor da Odebrecht, José de Carvalho Filho, afirmou em delação premiada à Procuradoria-Geral da República, nas investigações da Operação Lava Jato, que o ex-deputado federal baiano Colbert Martins (PMDB), hoje vice-prefeito de Feira de Santana, recebeu R$ 150 mil da empreiteira em “valores não contabilizados”, ou seja, caixa 2.
Conforme o delator, Colbert, identificado com o codinome “Médico”, fez uma solicitação de ajuda de campanha. “Em 2010, ele me fez uma solicitação de ajuda de campanha e foi autorizado o pagamento no valor de R$150 mil reais não contabilizados”, disse o ex-executivo, afirmando ainda que o valor foi pago em Salvador.
Já em 2014, conforme José de Carvalho, houve uma doação oficial da empresa Odebrecht para a campanha do então candidato a deputado federal de R$ 441 mil, que foram diretamente para o partido. Ele contou também que chegou a procurar Colbert para incentivar uma locação de um centro de treinamento de remo em Feira de Santana, na época das Olimpíadas.
O vice-prefeito Colbert informou que toda doação recebida em campanha foi declarada. Em um determinado momento, o delator afirmou que Colbert não correspondeu às expectativas da empresa.

Com informações do Bocão News

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!



Anuncio!
Nery ll
Machado
Bililiua
Angelo
Felipe
Sueder
Lene
16730318_480106779044962_5361941319706952184_n
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2
12592491_798862370240947_2578759563094791953_n
Nery ll
Machado
Bililiua
Angelo
Felipe
Sueder
Lene
16730318_480106779044962_5361941319706952184_n
16998243_743738035784161_511361367268910124_n
logo-rota-da-moda2
12592491_798862370240947_2578759563094791953_n

Enquete


    • Sorry, there are no polls available at the moment.

  • O Povo Fala